Traffic Shaping ? Solução : VPN !

Façam uma VPN e mandem a NET pastar... www.secureix.com    

Simples, rápido, seguro, acabo de testar e de sair dos 3 k para os 12k aqui em Ctba. 
A minha conexão é 2 MegaFlash, com no máximo teoricamente 200kB/s. Com o TS, caiu para ridiculos 3K e o Torrent me informava que em um mes eu teria o arquivo  :-) 

Com uma VPN gratuita a conexao subiu para 18...20K, não é grande coisa para um heavy-user mas o importante é o "conceito". Funcionou, e foi instalado em menos de 5 minutos.

Note que uma máquina está com VPN baixando a 18K a outra com o mesmo torrent, mas sem VPN baixa a 3K. Só o fato de um VPN limitada e gratuita ter conseguido uma velocidade muito maior do que o normal indica com certeza traffic shapping. 

O limite da conta gratuita é 256 kbps, mas já é um avanço. e se você pagar a SecureIX , voce vai ter liberado acesso a até 5 megabits/s.

Em ambos os casos sua linha até o provedor é um "túnel" VPN criptografado. (Na verdade vocÊ tem seus pactoes reempacotados).

Ou seja resolve-se definitivamente o problema do Traffic Shapping, ou nas palavras da SecureIX. 

"Have a high speed line, but can't P2P with it? Our VPN BREAKS your ISP rate limits! "

O WhatisMyIP informa: Your IP Is 66.150.105.9.

E claro, existem outros serviços que fazem o mesmo mundo afora. 


Quais provedores mais reduzem a velocidade de vídeos e torrents no Brasil?

O que é traffic shaping? É quando provedores de internet reduzem a velocidade apenas de certos conteúdos, como vídeo online (YouTube) ou P2P (BitTorrent). Quais provedores no Brasil usam mais o traffic shaping, e como saber se você é afetado?

O Measurement Lab coleta dados de traffic shaping em vários países, e criou este gráfico mostrando os provedores que mais usam essa prática no Brasil.

O gráfico em anexo acima mostra que, apesar do traffic shaping aparentemente ter diminuído no Brasil ao longo dos anos, um dos provedores foi contra a tendência: a Embratel.

O teste não verifica necessariamente o nome do provedor, e sim a infraestrutura que ele usa. Como Embratel e Net pertencem a uma só empresa, é seguro assumir que elas compartilham a rede. No entanto, outros provedores estão bem claros na lista. Os provedores que mais usam traffic shaping, em ordem decrescente, são: Net, Oi, Vivo (Telesp Celular), GVT e Telefônica.

Faça o teste

Desde 2009, o Measurement Lab monitora a rede do Brasil e outros países, e obtém a porcentagem dos testes que sugerem traffic shaping. E você pode usar o teste em casa também.

O teste Glasnost existe há anos e verifica se você sofre com traffic shaping, seja em torrents ou vídeos em Flash. Ele usa um applet em Java para medir a velocidade de download. Você pode usá-lo neste link.

http://broadband.mpi-sws.org/transparency/bttest-mlab.php

Esta é apenas uma de várias ferramentas que notam a existência de traffic shaping – o Measurement Lab recomenda outros aqui: <http://measurementlab.net/measurement-lab-tools>

O traffic shaping não é exclusivo do Brasil - outros países sofrem com ele. Só que mais restrições à nossa internet já limitada nunca é boa notícia. Enquanto não for aprovado o Marco Civil da internet brasileira, que pretende banir o traffic shaping no país, ainda teremos que conviver com essa prática.

http://www.gizmodo.com.br/quais-provedores-mais-reduzem-a-velocidade-de-videos-e-torrents-no-brasil/

Saiba como funciona o tal do traffic shaping

Negado pelos fornecedores de serviço de internet e uma dor de cabeça para os usuários - saiba mais sobre o controle de tráfego

Aprenda a contornar as restrições do traffic shaping na banda larga

Traffic shaping ou quota de banda larga? 

Traffic shaping e Google estão na Semana Tech


Resposta do Virtua sobre o Traffic Shapping

Prezado Sr. Sidney,

Em resposta ao seu e-mail, informamos que o Vírtua trabalha com um sistema de comunicação e como todo serviço deste tipo, está sujeito a fatores externos, não tendo como garantir a velocidade contratada após a rede Net. Estes fatores são: Banda de conexão do site/servidor acessado (velocidade de conexão do servidor), quantidade de conexões simultâneas no servidor (ex. horários de pico), softwares utilizados
para conexão à Internet utilizados simultaneamente a conexão, etc.

Ressaltamos que o Vírtua não utiliza regras de controle de banda por aplicação e não garante velocidade P2P, pois a conexão estabelecida  é entre usuários e não entre servidores. A velocidade entre usuários é limitada à quantidade de upload e  download de cada um, das restrições  em que os usuários configuraram  e da quantidade de usuários acessando determinada máquina ao mesmo tempo.

Para contrato Mega Flash as portas bloqueadas são: POP3 (110), SMTP (25), FTP (21) e HTTP (80), enquanto outras portas continuarão abertas.

O novo Vírtua não permite a disponibilização de servidor web e o uso comercial de conexões entrantes, por isso as portas relacionadas no e-mail estão bloqueadas e futuramente podem ocorrer outros bloqueios.

Para atender as suas necessidades temos disponível o produto Vírtua Empresas, que permite a livre utilização destas portas e serviços.

Para mais esclarecimentos é necessário entrar em contato com a nossa Central de Relacionamento Net.

Agradecemos seu contato e colocamo-nos a sua inteira disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários.

Atenciosamente,
Central de Relacionamento NET

Importante!
Para agilizar o retorno de suas solicitações, é importante que em todos os contatos (e-mail, carta, fax e outros), sejam informados: nome do titular da assinatura, código NET, cidade e telefone para contato.