Registro de Domínios na Internet
10 cuidados para seu domínio não ser roubado antes que ele seja registrado por você
http://wnews.uol.com.br/site/colunas/materia.php?id_secao=9&id_conteudo=384 
Ricardo Vaz Monteiro - 29/03/2007


O registro de um domínio é concedido baseado no critério da anterioriedade, ou seja, quem fizer a solicitação primeiro, faz o registro. 

Devido a esta característica, todos os futuros proprietários de domínios devem seguir algumas regras básicas para que o domínio de seu interesse não seja registrado por outra empresa antes da sua tentativa de registro.

1) Após escolher um nome, não divulgue absolutamente para ninguém, em especial para empresas terceirizadas ou prestadores de serviço sem antes se certificar que o domínio de seu interesse já é seu. 

Qualquer prestador de serviço mal intencionado, ou mesmo um funcionário descontente poderá registrar o endereço que você almeja. Seja cauteloso.

2) Para verificar se o domínio que você deseja está disponível para registro faça a pesquisa de disponibilidade apenas nas empresas credenciadas pela ICANN. 

Na América Latina existem apenas duas empresas credenciadas, ambas brasileiras: O Nomer.com e a Locaweb

Evite fazer a consulta de disponibilidade em empresas desconhecidas OU em revendedores. 

Nada impede que um pequeno revendedor analise sua consulta de disponibilidade, faça o registro do domínio que você deseja e tente vender este endereço a posteriori por um preço muito mais alto para você. 

Visite apenas sites que tem credibilidade atestada pela ICANN e fuja dos pequenos revendedores.

3) Nunca verifique a disponibilidade de um nome digitando-o diretamente no navegador. 

Todo domínio que é digitado no navegador e está disponível para registro gera uma entrada Non Existing Domain (NXD) no log do provedor de acesso. 

Inúmeros provedores de acesso vendem esta informação para empresas que realizam domain tasting que podem registrar o domínio que você deseja.

4) Nunca faça a verificação digitando o domínio em um site de buscas, como o Google, Yahoo, ou outros menores. Todos estes sites também registram cada consulta. 

Em especial tome cuidado com os sites de busca pequenos e desconhecidos.

5) Nunca utilize navegadores que contenham barras de navegação, plugins ou barras que completam o endereço automaticamente. 

A maioria das barras que são distribuidas pela Internet enviam para seus servidores informações sobre sua navegação. Cuidado!

6) Evite consultar o banco de dados WHOIS em sites que não deixam claro que não gravam o log da consulta. 

A priori, um funcionário de uma empresa poderia fazer um dataminning nos arquivos de log e registrar seu domínio.

7) Caso você faça seu pedido de registro, em uma empresa idônea, evite alardear que o domínio é seu até que o domínio tenha sido efetivamente registrado. 

Lembre-se que todas as empresas que fazem registros de domínios apenas executam seu pedido de registro após a liquidação do pagamento do seu pedido. Atenção especial para os pedidos com forma de pagamento com boleto bancário. 

Não espere a data de vencimento do boleto, pague-o imediatamente e diminua o prazo entre seu pedido e a tentativa de registro.

8) Não imprima notas fiscais, cartões de visita e outros materiais até ter certeza que o domínio foi registrado e é seu. Não seja ancioso.

9) No caso da abertura de uma nova empresa aconselhamos que o processo seja feito por um contador de confiança. 

Evite serviços baratos e desconhecidos. 

O barato pode sair caro!

10) O mesmo se aplica à consulta de marca no INPI. 

Use a empresa de registro de marcas e patentes de sua confiança. 

Caso você não tenha uma empresa de confiança, procure empresas renomadas ou que sejam indicadas por alguém de sua confiança.

Caso o domínio que você deseja registrar tenha sido registrado por terceiros, isso não implica automaticamente em má fé já que milhares de domínios são registrados diariamente e coincidências podem ocorrer. 

Tome os cuidados descritos neste artigo e elimine as chances de ser vítima de empresas desonestas.

Todo cuidado é pouco!