Como funciona a VPN ? (Rede)

 
Virtual Private Network” ou Rede Privada Virtual, é uma rede privada construída sobre a infra-estrutura de uma rede pública, normalmente a Internet. Ou seja, ao invés de se utilizar links dedicados ou redes de pacotes (como Frame Relay e X.25) para conectar redes remotas, utiliza-se a infra-estrutura da Internet.
 
Motivada pelo lado financeiro, onde os links dedicados são caros, e do outro lado está a Internet, que por ser uma rede de alcance mundial, tem pontos de presença espalhados pelo mundo.
 
Conexões com a Internet podem ter um custo mais baixo que links dedicados, principalmente quando as distâncias são grandes, esse tem sido o motivo pelo qual, as empresas cada vez mais utilizam a infra-estrutura da Internet para conectar a rede privada.
 
A utilização da Internet como infra-estrutura de conexão entre hosts da rede privada é uma ótima solução em termos de custos mas, não em termos de privacidade, pois a Internet é uma rede pública, onde os dados em trânsito podem ser lidos por qualquer equipamento. Então como fica a questão da segurança e a confidencialidade das informações da empresa?
 
Criptografia! Essa é a resposta! Incorporando criptografia na comunicação entre hosts da rede privada de forma que, se os dados forem capturados durante a transmissão, não possam ser decifrados. Os túneis virtuais habilitam o tráfego de dados criptografados pela Internet e esses dispositivos, são capazes de entender os dados criptografados formando uma rede virtual segura sobre a rede Internet.
 
Os dispositivos responsáveis pelo gerenciamento da VPN devem ser capazes de garantir a privacidade, integridade, autenticidade dos dados.
 
Como Funciona isso?

Basicamente uma VPN, pode ser feita de duas formas:
 
A primeira forma é, um simples host em trânsito, conecta em um provedor Internet e através dessa conexão, estabelece um túnel com a rede remota. A figura abaixo demonstra essa forma.

Figura 1:  Conexão VPN de um simples host.

Na segunda forma, duas redes se interligam através de  hosts com link dedicado ou discado via internet, formando assim um túnel entre as duas redes. A figura 2 ilustra essa forma.

Figura 2:  Conexão VPN entre duas redes interligadas.

Os protocolos utilizados no túnel virtual, são, (IPSec) Internet Protocol Security, (L2TP) Layer 2 Tunneling Protocol, (L2F) Layer 2 Forwarding e o (PPTP) Point-to-Point Tunneling Protocol. O protocolo escolhido, será o responsável pela conexão e a criptografia entre os hosts da rede privada. Eles podem ser normalmente habilitados através de um servidor Firewall ou RAS que esteja trabalhando com um deles agregado.
 
A figura 3 ilustra o caminho que os dados percorrem  na arquitetura de rede do Windows sobre uma conexão VPN usando um modem analógico.

Figura 3:  Passos numa conexão usando PPTP.

Um datagrama IP, IPX, ou NetBEUI é submetido por seu protocolo apropriado à interface virtual que representa a conexão VPN, esta, usa o NDIS, que por sua vez, submete o pacote ao NDISWAN que codifica ou comprime e submete então ao protocolo PPTP, e este, ao formar o pacote resultado, envia pela interface serial que é usada pelo modem analógico.
  
Onde encontrar programas:

Firewall-1 www.checkpoint.com
Aker www.aker.com.br
Nokia www.nokia.com/securitysolutions

(06/2000).
Revisado em (31/01/2001).
Luiz Carlos dos Santos.