Home | @busar | FAQ | Notícias | Processos | Imprimir | CADASTRO | ATUALIZAÇÃO | PAGAMENTO | SEU IP : 54.81.110.114
ABUSAR e INTERNET 
Apresentação
Como se inscrever
Benefícios
Atualizar Cadastro
Teste de LOG OFF
Perguntas freqüentes
Links recomendados
Contatos
Custos

Biblioteca
Dados Internet Brasil 
Material de imprensa
Notícias: News Fórum
Notícias publicadas
Termos/Cond. de Uso
Circulares
Linha do Tempo

LEGISLAÇÃO
Justiça
Processos
Regulamentação Anatel
Documentos
Consulta Pública 417

TECNOLOGIA
Manuais
Modems - Configuração
Testes de Velocidade
Conexão/Traceroute
Autenticação
Tutoriais
Tecnologias
VoIP
Portas
Provedores
Antivirus
Hardware Cabos
Linux: dicas de uso
Redes privadas VPN
Softwares (download)
FTP Abusar Pitanga

SEÇÕES
AcesseRapido
ADSL
AJato
BRTelecom
Cabo
Humor
Neovia
Rádio
Sercomtel
StarOne
TV Digital
Velox
Vesper Giro
Virtua

Serviços GDH


Guia do Hardware

Fórum GDH

Serviços ModemClub

SpeedStat
Teste sua conexão
Mostra IP
Descubra seu IP e Host Name
Suporte ModemClub

Fórum Banda Larga

Clube das Redes
Clube do Hardware
ConexãoDLink
Fórum PCs
InfoHELP -
Fórum
Portal ADSL - Fórum
PCFórum
- Fórum
Tele 171

Fale com a ABUSAR
Escreva ao Webmaster
Material de imprensa

Copyleft © 2002 ABUSAR.org
Termos e Condições de Uso

Speakeasy Speed Test

WEBalizer

Webstats4U - Free web site statistics Personal homepage website counter


Locations of visitors to this page
 

Carta Aberta à Telefonica, ABRANET e ANATEL

São Paulo, sexta-feira, 31 de agosto de 2001

Visando esclarecer algumas dúvidas, e esclarecer melhor os usuários, a @busar, Associação Brasileira de Usuários de Serviço de Acesso Rápido à Internet, e seus associados solicitam as informações abaixo:

Tópico 1 - Provedor

Existe obrigação legal que obrigue o usuário a contratar um provedor de acesso para conexão à Internet via ADSL?

Em seu site www.speedy.com.br , a Telefonica diz :

IMPORTANTE: o Speedy não funciona sozinho! Você precisa ser cliente de um dos provedores habilitados junto à Telefônica que lhe ofereça os seus serviços especiais de Banda Larga.

Esse termo “precisa” refere-se a uma imposição legal, técnica ou é uma exigência da Telefonica?

Esse provedor é de acesso ou não?

A Telefonica considera essa indicação  uma intenção, ou um pedido de serviço ?

Ela pode informar seu cadastro sem seu consentimento? Ou solicitar o serviço em seu nome?

No caso do sistema megavia, esse provedor fornece acesso por seu próprio backbone?

Dos provedores habilitados, quantos e quais utilizam o link / backbone da Telefonica?

Por que a exigência de ser habilitado?

Quais os requisitos para essa habilitação?

A ABUSAR poderia ser habilitada, desde que atenda à legislação vigente, e fornecer acesso a seus associados?

Existe custo fixo? Mensal? Parcela por usuário?

Tópico 2 – Autenticação

A telefonica pretende impor um serviço de autenticação, para controlar a acesso à Internet dos usuários Speedy, sabendo que vai causar transtorno e prejuízos a seus assinantes, como perda de tempo, de banda, etc.?

Vai fazer isso para todos os provedores? Ou a escolha é livre ?

Por que cada provedor não provê sua própria autenticação no Speedy, já que o faz para linha discada?

 

O processo de autenticação é automático, ou exige a intervenção manual do usuário?

 

Uma das características principais do Speedy é estar 24 horas conectado, sem pagar impulso.

 

O site do Speedy informa: Basta ligar o computador para estar conectado.

 

A imposição da obrigatoriedade de autenticação pela Telefonica não vai contra isso?

 

E quanto aos usuários de outros sistemas operacionais, como vão poder acessar a internet? Os modems possuem drivers para Macintosh, PS2, ou Linux?

Essa alteração unilateral das características principais do produto está respaldada em contrato? Onde?

Quando e onde foi registrado o contrato de adesão do Speedy normal e do Speedy Business?  E suas alterações?

O contrato vale para os usuários do sistema Bridge/ATM, Megavia e PPPOE?

Por que não são mencionadas a obrigatoriedade de contratação de um provedor habilitado, nem a possibilidade de ser necessário uma autenticação ?

Tópico 3 – IP

O manual do Cliente Speedy, impresso fornecido pela Telefonica aos clientes Speedy afirma:

2.1.2

Para configurar a Facilidade de Acesso SPEEDY, será atribuído pelo Prestador de Serviço IP um endereço IP fixo ou dinâmico.

No mesmo manual, ela informa:

11. O Speedy possui IP fixo?

Resposta: Sim, o Speedy tem um IP fixo.

O contrato que está disponível no site tem este teor:

2.1.2

Para configurar o Produto SPEEDY, será atribuído pela TELECOMUNICAÇÕES DE SÃO PAULO S/A via Rede IP um endereço IP fixo ou dinâmico.

É legal essa alteração unilateral dos contratos?

Quando foi feita?

Como fica para os usuários que aceitaram o primeiro contrato?

Quem fornece o IP, a Telefonica ou o provedor? Em quais sistemas?

Tópico 4 – Link

Considerando que, como pode ser constatado facilmente por qualquer usuário, usando, por exemplo, o comando tracert www.embratel.com.br numa janela do DOS, o acesso é fornecido unicamente pela rede IP da Telefonica, não utilizando o backbone do provedor.

Conseqüentemente, podemos usar qualquer provedor (entre os habilitados pela Telefonica) no sistema megavia, e teremos a mesma rota, e usaremos o mesmo link.

Ou seja, podemos escolher qualquer provedor, mas o fornecimento é sempre feito pela Telefonica.

Isso não configura formação de cartel?

Por que isso não é divulgado, contrariando o direito do consumidor de receber informações completas e detalhadas sobre os serviços?

Num provedor dial-up, divulga-se o número de usuários por linha, e a relação link/usuário. Segundo a ABRANET, são cerca de 100 mil usuários Speedy. Considerando todos usando 256K, o link deveria ser de 25.600.000 bps, ou maior.

No caso do Speedy, que fornece acesso ininterrupto, mas garante só 10% da velocidade contratada, a banda do link de conexão exclusiva do sistema Speedy à Embratel é igual à soma das bandas de todos os links Speedy vendidos?

Qual a capacidade do link da telefonica, utilizado para fornecer acesso Speedy?

Ele é de uso exclusivo dos assinantes Speedy, ou nele trafegam dados de outros sistemas?

Se compartilhada, a banda é assegurada? Por quem?

Como um provedor ou usuário pode verificar isso?

Quais são os serviços fornecidos pelo provedor habilitado?

Porque existe diferença de preços no acesso normal e business, na mesma velocidade?

Porque o mesmo provedor, por exemplo, o Terra, cobra preços TÃO diferentes para os mesmos serviços, nas várias cidades e estados? Ou existe diferença entre eles?

Tópico 5 – Modem

Por que a Telefonica não fornece os manuais dos tipos de modem que aluga?

 Por que a Telefonica não permite que o usuário escolha a marca e modelo do modem que aluga?

Tópico 6 – Bloqueio de Portas

A Telefonica considera a cláusula 4.3.1 uma obrigação do contratante? 

CLÁUSULA QUARTA - DAS OBRIGAÇÕES DO CONTRATANTE

4.3.1

O PRODUTO SPEEDY não suporta as conexões TCP/IP entrantes, o que impossibilita o uso desta para a disponibilização de Servidores, como por exemplo Servidores WEB, FTP e outros.

A @busar, Associação Brasileira de Usuários de Serviço de Acesso Rápido à Internet, seus associados e demais usuários aguardam ansiosamente suas respostas.

Atenciosamente,

Horacio Belfort Mattos Jr.

Google

Digite os termos da sua pesquisa
   
Enviar formulário de pesquisa 

Web www.abusar.org
KoriskoAnim.gif

Internet Segura

Teste a qualidade de sua conexão Internet

abusarXspeedy.jpg (29296 bytes)

AGE - OSCIP

Limite de Download

DICAS

Você pode ser colaborador da ABUSAR
Envie seu artigo, que estudaremos sua publicação, com os devidos créditos !

Compartilhamento de Conexão

Alteração de Velocidade

Mudança de Endereço mantendo o Speedy Antigo

Cancelando o Speedy

Comparação entre Serviços de Banda Larga

Qual a melhor tecnologia da banda larga?

Como saber se seu Speedy é ATM, Megavia, PPPOE ou Capado (NovoSpeedy)  

Guia para reduzir gastos Telefônicos

Economizando Megabytes em sua Banda Larga

"Evolução" dos Pop-ups do Speedy

SEGURANÇA

Crimes na internet? Denuncie

Segurança antes, durante e depois das compras

Acesso a bancos
Uma ótima dica, simples mas muito interessante...

Curso sobre Segurança da Informação

Uso seguro da Internet

Cartilha de Segurança para Internet
Comitê Gestor da Internet

Guia para o Uso Responsável da Internet

Dicas de como comprar
com segurança na internet

Site Internet Segura

Dicas para navegação segura na Web

Proteja seu Micro

DISI,jpg
Cartilha de segurança para redes sociais

Cartilha de segurança para Internet Banking

Cartilhas de Segurança CERT

  1. Segurança na Internet
  2. Golpes na Internet
  3. Ataques na Internet
  4. Códigos Maliciosos (Malware)
  5. SPAM
  6. Outros Riscos
  7. Mecanismos de Segurança
  8. Contas e Senhas
  9. Criptografia
 10. Uso Seguro da Internet
 11. Privacidade
 12. Segurança de Computadores
 13. Segurança de Redes
 14. Segurança em Dispositivos Móveis

Proteja seu PC
Microsoft Security

AÇÃO CIVIL PÚBLICA - MPF
HISTÓRICO
- Processo - Réplica - Quesitos - Decisão

Quer pôr fotos na Web e não sabe como?

Mantenha o Windows atualizado (e mais seguro) !

Tem coisas que só a telecômica faz por você !

Terra

Rodapé


Fale com a ABUSAR | Escreva ao Webmaster | Material de imprensa
Copyright © 2000 - 2009 ABUSAR.ORG. Todos os direitos reservados.
Termos e Condições de Uso
www.abusar.org - www.abusar.org.br

 Search engine technology courtesy FreeFind