Confira opções para conexão rápida

São Paulo, quarta-feira, 30 de outubro de 2002

http://www.uol.com.br/fsp/informat/fr3010200214.htm

DA REPORTAGEM LOCAL

O internauta interessado em navegar em alta velocidade encontra algumas opções para melhorar a conexão.
Em São Paulo, por exemplo, há provedores que oferecem internet rápida por telefone (Speedy) ou por cabo (TVA ou Vírtua). No primeiro caso, basta ter uma linha telefônica. O serviço é vantajoso, pois o consumidor pode continuar fazendo ligações enquanto estiver conectado. No segundo caso, é obrigatório ter assinatura de TV a cabo. Nas duas modalidades, o internauta não paga por minuto de conexão, como no acesso convencional, feito por modem de 56 Kbps.
Há várias opções de velocidade de conexão oferecidas pelas três empresas. O pacote mais vantajoso é o de acesso a 256 Kbps, principalmente se você fica conectado mais de duas horas por dia e faz download de arquivos com certa freqüência.
Além de pagar ao provedor de conexão banda larga, vai também precisar contratar provedor de conteúdo, caso contrário, não consegue entrar na internet. Essa obrigação já gerou polêmica.
Sem contar com o preço da instalação, a mensalidade (provedor de banda larga e provedor de conteúdo, que dá o endereço de e-mail) pode ultrapassar os R$ 110.
A obrigatoriedade de contratar provedor de conteúdo já gerou polêmica. A Abusar (Associação Brasileira dos Usuários de Acesso Rápido) já venceu alguns processos em algumas instâncias contra a Telefônica e coloca discussões em seu site (www.abusar.org), que traz carta enviada à Anatel e questiona alguns pontos.